Hoje eu Sei

Uma reflexão de Monja Coen

Hoje eu sei que a compaixão é capaz de transformar o mundo e transformar o ser.

Hoje eu sei que a compaixão pode ser desenvolvida, cultivada; que as áreas do cérebro responsáveis pela compaixão podem ser estimuladas.

Hoje eu sei que é possível “musculação de neurônios”através da meditação e do pensamento amoroso, terno, inclusivo, compreensivo, sábio.

Hoje eu sei que o Ser se manifesta em cada ser que se entrega à bondade e ao Caminho do Bem, que é o Caminho Iluminado.

Hoje eu sei que a Verdade é o Caminho. A Verdade com “V” maiúsculo, onde tudo está incluso – até mesmo as mentiras.

Hoje eu sei que não sei, que não há nem mesmo um “eu” que sabe e não sabe.Hoje eu sei que intersomos, interconectados com tudo o que existe. Somos um só corpo e uma só vida. Estamos em rede. Na rede de Indra, feita de raios luminosos e, em cada intersecção, uma jóia recebendo e emitindo raios em todas as direções.

Hoje eu sei que somos co-responsáveis pela realidade em que vivemos, pelo mundo em que estamos, e que não adianta reclamar, é preciso agir para transformar.Hoje eu sei que a juventude passa, os amores passam, a velhice passa, os desamores passam. Tudo é transitório e passageiro. O que se une, inevitavelmente se separa. E assim é.

Hoje eu sei que a pessoa mais forte é aquela que se rende primeiro, que sabe ser flexível.

Hoje eu sei que a água é capaz de se moldar ao recipiente que a contém, e que o gelo é duro e pode ferir. Então faço dos ensinamentos sagrados o sol que derrete o gelo e nos liberta de nossa própria frieza.

Hoje eu sei que é preciso sentir; que a indignação é uma alavanca para as grandes transformações e que as grandes transformações são feitas de pequenos gestos simples no dia a dia.

Hoje eu sei que palavras amorosas e ternas afetam as moléculas de água, e que somos mais de 75% água. Então, eu cuido do que falo, do que penso e como ajo.

Hoje eu sei que a mudança depende de mim e de cada um de nós. E que só há um caminho: ação amorosa, não violenta, para resolver conflitos e atritos.

Hoje eu sei que a vida vale a pena ser vivida em sua plenitude deste instante eterno. E tudo que temos é este instante. Aqui e agora.

Monja Coen

Published by Patricia de Abreu

Patrícia de Abreu é professora de Yoga há 15 anos, e é inteiramente devota ao estudo e a prática dessa tradição milenar. É filiada ao Yoga Alliance E-RYT, ao Yoga Austrália país onde viveu os últimos 6 anos trabalhando com Yoga e à Aliança do Yoga no Brasil. Atualmente ensina Yoga On-line e produz conteúdo digital para o aplicativo de Meditações Insight Timer. Paty como é conhecida ensina Haṭha Yoga tradicional, Aṣṭāṅga e algumas vertentes mais modernas como Power e Yin. Estudante de Vedānta, já esteve na Índia algumas vezes para aprofundar seus estudos em retiro no Swami Dayananda Ashram. Patrícia busca ensinar de forma integral todos as pessoas interessadas no caminho do Yoga e do autoconhecimento.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: